sexta-feira, 30 de outubro de 2015

Os filhos do Mondego

O rio Mondego atravessa a cidade de Coimbra!
 Um dia destes percorri um cantinho da sua margem esquerda!

Cidade dos estudantes...dos amores...dos doutores
uma homenagem a eles:




Oh Coimbra Do Mondego


José Afonso


Oh Coimbra do Mondego 
e dos amores que eu lá tive [bis] 
quem te não viu anda cego 
quem te não ama não vive 
quem te não viu anda cego 
quem te não ama não vive

Do Choupal até à Lapa
foi Coimbra meus amores [bis]
e sombra da minha capa
deu no chão abriu em flores [bis]



 E para si...um pensamento de Paulo Coelho:



E a nossos pés...a cidade majestosa:





Coimbra encanta os visitantes (e não só)...com a sua História
enraizada a cada virar de esquina...espelhada nos seus 
monumentos e retratada na cultura das suas gentes!

quarta-feira, 28 de outubro de 2015

Pão de 3 queijos

Raramente faço pão...mas volta e meia
para acompanhar o lanche...uso a minha criatividade!

A primeira fatia foi com geleia:


Mais tarde...tostei e um pouquinho de manteiga:


Como foi do agrado da malta...aqui vão os ingredientes:


um pacote de queijo ralado (3 queijos)


300 g de farinha de trigo com fermento


dois ovos


2 colheres bem cheias com manteiga
e
uma caneca bem cheia de leite


100 g de aveia

Amassei com as mãos e levei ao forno:


Mais uma receita...APROVADA


E para si que por aqui passa:


segunda-feira, 26 de outubro de 2015

Espólio do museu

Vou mostrar-vos algumas relíquias deste museu!

Segundo a Wikipédia:

A nível da escultura...
o Museu Nacional de Machado de Castro
possui uma coleção de referência
que abrange um longo período de tempo:
do século XI ao século XVIII:










"O núcleo português é o mais importante e vasto,
integrando, além de escultura de pedra
 – em maior número –,
muitas obras de terracota e madeira.








Abarca vários séculos e tendências artísticas,
testemunhando a existência
de uma tradição escultórica que converteu
a região num dos maiores centros de produção do país":





Maioritariamente constituída por esculturas
de temática religiosa,
a coleção do MNMC inclui o núcleo mais representativo
da produção escultórica de Coimbra dos séculos XIV a XVI,
frequentemente em pedra de Ançã,
destacando-se algumas das obras primas
da escultura portuguesa da época,
entre as quais Cristo Morto no Túmulo


e o Cristo Negro 
(proveniente do Mosteiro de Santa Cruz),


ambas de autor desconhecido:



(a minha foto ficou mal...daí ter tirado esta à Internet)


Assistimos a uma visita guiada com representação
teatral...bem interessante
e não resisti...quebrei as regras...eu sei:



Um dia destes...continuamos a visita ao museu!!!

domingo, 25 de outubro de 2015

Museu Nacional Machado de Castro

Segundo a Wikipédia
este museu é um dos mais importantes
de Belas Artes de Portugal.

Fiquem com registos do espaço exterior
e se passarem por Coimbra...visitem-no
e maravilhem-se com o seu espólio!


Porta da cerca medieval...a entrada no museu:



Edifício do antigo Paço Episcopal




Novo edifício: restaurante e esplanada



Olhares sobre a cidade:





A visita é gratuita no primeiro domingo de cada mês!

Começámos por conhecer o Criptopórtico Romano
datado do século I ...com uma vasta rede de galerias
e espaços comunicantes:





A visita continua na próxima postagem!!!

Um resto de BOM DOMINGO:


Esta flor deita "lágrimas" adocicadas!