segunda-feira, 8 de fevereiro de 2016

Colchão de noiva

Um dia destes... a Teresinha aguçou a minha curiosidade
relativamente a esta deliciosa proposta:

http://dasmaosdateresinha.blogspot.pt/2016/01/
colchao-de-noiva-o-meu-com-recheio-de.html

Colchão de noiva:



Vai daí...mãos à obra:




A receita é simples:
- 6 gemas
-6 claras em castelo
-2 chávenas (xìcaras) de leite
- 1 chávena de farinha com fermento

Para mim...o segredo está no envolver a massa
com as claras batidas em castelo:


O recheio foi de camarão:


RECEITA APROVADÍSSIMA:


Decidi experimentar com um sabor doce:


A base é a mesma da torta anterior!


20 minutos a 180.º


O recheio foi meia lata de leite condensado
com mirtilhos...cozinhados em lume brando!


Por aqui...RECEITA mais que Aprovada

APROVADÍSSIMA



47 comentários:

  1. Aí meu Deus que fome! Vou levar as receitas, Feliz semana, beijinhos

    ResponderEliminar
  2. A primeira como entrada, a segunda como sobremesa....mmmmmmm....
    Boa semana !
    Anna

    ResponderEliminar
  3. Que legais as receitas!Essa do mirtilo , ótima ideia! tenho aqui,m vou ver se faço o recheio! bjs, chica

    ResponderEliminar
  4. Prefiro o de camarão.
    Não sou boa em preparar essas massas.

    ResponderEliminar
  5. Em tempos soube fazê-la e lembro-me que era uma delícia.
    Esta tua está com aspecto de comer e chorar por mais.



    Beijos Graça

    ResponderEliminar
  6. Hummmm!!!
    Que sabor heim???
    Doce e salgado com a mesma base de torta
    E esse recheio com mirtilo um espetáculo
    Uma linda semana
    Beijos

    ResponderEliminar
  7. A Graça mostra-nos sempre receitas de fazer crescer água na boca. Pena não dar para provar! Mesmo assim que bom que nos mostra as suas receitas. Obrigada. Boa semana e beijinhos

    ResponderEliminar
  8. Очень красивые и аппетитные пироги!!!

    ResponderEliminar
  9. Agora é que tenho mesmo que experimentar! Já tinha visto no blogue da Teresinha a receita, que me faz lembrar a minha infância (por causa do recheio de atum). Mas agora com estas propostas é que tem que ser mesmo! Fiquei com vontade de experimentar a de camarão, também deve ser uma delícia.
    Beijinhos e boa semana!

    ResponderEliminar
  10. Ainda bem que estou a ver isto de barriga completa...senão ia já fazer asneiras.

    ResponderEliminar
  11. Que delícia!
    Beijinhos.

    www.trapinhartes.blogspot.com

    ResponderEliminar
  12. Boa noite Maria da Graça,
    Que bom aspecto e que deliciosas tortas!
    Se aprecio mais os salgados, os mirtilos são muito saudáveis! Acho que desta vez fico dividida!
    O melhor é também pôr mãos à obra e fazer as duas.
    Quem sabe... um dia destes!
    Beijinhos e boa semana.

    ResponderEliminar
  13. Já tomei nota da base da torta, pois o aspecto é tão bom que amanhã vou experimentar com recheio de chocolate :)

    Um beijinho e boa semana

    ResponderEliminar
  14. No conocía esta receta tan buena. PARECE MUY RICA y original
    Gracias por tu visita, la que me alegra recibir.
    Un abrazo.

    ResponderEliminar
  15. Uau!!! Que aspecto delicioso!!!!
    Gostei da base da massa, serve pra doce e salgado.
    Bjs e feliz semana!

    ResponderEliminar
  16. A base tem a vantagem de ser um dois em um, dá para doces e salgados o que a torna bastante versátil.
    A "roubar", pois então.:)
    Beijinho

    ResponderEliminar
  17. Interessante a base servir para doces e salgados. Uma mais valia.
    Um abraço e bom Carnaval

    ResponderEliminar
  18. Já fiquei com fome!!!

    Isabel Sá
    http://brilhos-da-moda.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  19. Pensei que seria sempre um bolo...

    Pelo ar, deveriam estar deliciosos

    Alegre Carnaval, amiga

    ResponderEliminar
  20. Que delicia de receita. Deu água na boca ♥♥
    Uma ótima semana pra ti anjo. Beijos

    ResponderEliminar
  21. Não é sobremesa, pois não?!
    Come-se à refeição com verduras, é isso?
    Kis:=)

    ResponderEliminar
  22. Querida amiga,
    já não é a primeira vez que a cópia sai melhor do que o original!!! É este o caso!...
    O seu colchão ficou melhor do que o meu e, sem dúvida, mais bonito!...
    Nunca fiz de camarão (boa ideia!) e com doce, só com as minhas compotas.
    Já estou um pouco melhor, com a minha filha a dar-me mimos e chazinhos!...
    O dia está feio e eu ficou mesmo em casa, mas já me sinto com vontade de pegar nas agulhas.
    Obrigada por tanta simpatia, minha boa amiga.
    Muitos beijinhos

    ResponderEliminar
  23. Hummm coisas deliciosas gostava de provar a de mirtilhos.
    Um abraço.

    ResponderEliminar
  24. Uauuuu... tudo parece muito bom.
    Beijinho
    Alice

    ResponderEliminar
  25. Nhame!!!! Ambas as versões em doce e salgado... parecem ser uma tentação!...
    Fiquei com água na boca... o que já vai sendo habitual, quando venho aqui espreitar delícias como estas...
    Graça, já tenho comigo o livro da receita do xarope de aloés... óptimo para o sistema imunitário, para o organismo ganhar resistências... sem quaisquer contra indicações... como poderá confirmar com o médico, em qualquer consulta que vá...
    Se quiser amanhã, com um pouquinho mais de tempo, mando-a para aqui, em comentário!
    Beijinhos, esperando que já se encontre melhor...
    Ana

    ResponderEliminar
  26. Claro que está aprovadíssima, deve ser deliciosa, o aspeto é muito bom, beijo amiga

    ResponderEliminar
  27. Não conhecia, mas tem um aspecto maravilhoso! Bjs

    ResponderEliminar
  28. Oi querida,
    Ainda bem que acabei tomar um lanche do contrário iria comer essa delícia, ou seja, comeria a tela do computador. Adoro camarão.
    Beijos
    Minicontista2

    ResponderEliminar
  29. A simplicidade sempre desperta o melhor! Recita simples com efeito bárbaro! Gostei! Fique bem! Abraços!

    ResponderEliminar
  30. nham nham! mas que delicia...tem ótimo aspeto! Bjs

    ResponderEliminar
  31. Então, aqui vai a receita do xarope do aloés, de que lhe falei, Graça:
    500 gramas de mel puro. 40 a 50 ml de aguardente, cognac ou whisky (eu costumo usar na maioria das vezes vinho do Porto). O uso de uma bebida alcoólica justifica-se, pelo facto de o álcool ser a substância, que mais rapidamente percorre o corpo humano, levando consigo as propriedades do aloés, que de contrário actuariam de uma forma bem mais lenta.
    2 ou 3 folhas de aloes arborescens (veja imagens na net, Graça, tenho praticamente a certeza de que é a planta que terá no seu quintal), ou mais, de maneira que colocadas em fila, perfaçam aproximadamente 1 metro de comprimento.
    Preparação: Com um faca, retire os bordos espinhosos das folhas, após retirar-lhes a poeira com uma esponja ou pano húmido.
    Corte as folhas em pequenos cubos, deitando-os num copo misturador, com o mel e o alcóol.
    O aloés costuma ter um cheiro activo... idêntico a carne assada... é estranho... mas é assim mesmo, não se surpreenda com isso.
    Após triturar bem, conserve em frascos de vidro fosco, ou em garrafas de plastico opacas dentro do frigorifico.
    Se vir este xarope à venda... por exemplo em qualquer loja de produtos naturais muitos virão em garrafas de plástico... parecendo praticamente água.
    A versão caseira mais concentrada... terá sem dúvida, mais propriedades...

    Se não suportar o alcool... pode substituir por sumo de limão.
    Em caso de diabetes, reduzir o alcool para metade, utilizar também o sumo de limão, e utilizar menos mel.

    O aloés é excelente igualmente para queimaduras... e cortes... em pequenos acidentes de cozinha. Se colocado sobre a pele... estanca o sangue quase imediatamente... sempre bom ter à mão...
    Ao manuseá-lo... vai notar como as suas mãos ficam imediatamente macias...
    Enfim... uma planta com propriedades que nunca mais acabam... veja melhor na net, se quiser, Graça...
    Beijinhos, esperando que lhe seja útil, e devolva rápidamente mais vitalidade.
    Deve ser tomado, o xarope nas fases em que o organismo está mais vulnerável... Primavera e Outono.
    Ana

    ResponderEliminar
  32. A base que serve para doce e Salgado é fantástico. O recheio com mirtilos é uma delícia.
    Obrigada pela partilha.
    Beijos

    ResponderEliminar
  33. Olá Graça obrigada pela visita ... a receita das malassadas está aqui http://omeuatelier1.blogspot.pt/2013/03/malassadas.html, mas pode sempre fazer alterações...eu costumo fazer com abobora ou batata doce. o mel de cana é que não sei se há ai? eu so conheci quando vim para a Madeira ...bjs e boas receitas

    ResponderEliminar
  34. Tanto na versão doce como salgada deve ser mesmo muito bom.~
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  35. Tanto na versão doce como salgada deve ser mesmo muito bom.~
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  36. Que nome curioso para esta receita. Achei muito interessante, to levando a receita comigo, tá? Aqui no Brasil conhecemos como rocambole e massa tem o nome de pão-de-ló (pode-se fazer em forma de bolo e rechear, sempre umedecendo a massa com uma caldinha antes de por o recheio). O diferencial da sua receita para o nosso pão-de-ló, é que não vai leite. Se quiser conhecer uma versão da receita veja neste link
    http://receitasdequasetudo.blogspot.com.br/2016/02/rocambole-de-doce-de-leite.html
    tambem tem a versão salgada com recheio dos mais variados. Algumas receitas usam batata na massa salgada.

    ResponderEliminar
  37. Graça, fiz e publiquei aqui, coloquei teu link lá,rs bjs, chica

    http://canteirosdavida.blogspot.com.br/2016/02/vejo-estrelas.html

    ResponderEliminar
  38. Meu Deus que loucura de delicia.
    A Chica maldosa nem avisou que veria mais coisas,rsrs.
    Vamos levar para o povo aqui batalhar na cozinha.
    Legal gostei.
    Meu abraço.
    Bom e lindo fim de semana.
    Vou dar uma passeada por aqui para ver outras façanhas da culinária.

    ResponderEliminar