quarta-feira, 19 de junho de 2024

Serra da Estrela... 🇵🇹

 Conheço bem esta serra portuguesa! Meus falecidos sogros eram de Lagarinhos, perto de Gouveia e adoravam passear pela serra, em qualquer estação do ano!

Agora não a visito com tanta frequência mas, um dia destes, a caminho de Manteigas, parámos para apreciar o amarelo que a nossa vista alcançava e trouxe alguns olhares:












Um portão do nada (pensava eu)!... no fundo da encosta havia uma pequena casa 😊




Sugestão do visitportugal:

"Não deixe de…

☀️subir à Torre, o ponto mais alto da Serra da Estrela;
☀️saborear o Queijo da Serra;
☀️comprar meias de lã ou peças de design contemporâneo em burel;
☀️admirar os vales glaciários do Zêzere, Loriga e Unhais da Serra;
☀️descobrir a frescura das praias fluviais durante o verão;
☀️visitar o Museu do Pão em Seia;
☀️beber água de uma nascente;
☀️seguir um longo percurso pedestre e descobrir a natureza;
☀️explorar o Geopark Estrela"!!!




Eu penso que este arbusto chama-se "giesta"!

Pesquisa no Google:

"Esse arbusto cresce rapidamente, e é abundantemente inserido como ornamento, além de possuir características de controle de erosão. Tornou-se uma espécie daninha em diversas regiões tropicais, subtropicais e temperadas ao redor do mundo.

De maneira idêntica, a planta também é resistente e consegue se adaptar bem em diversos habitats e tipos de solos. Possui boa tolerância a condições desagradáveis de seca.

Por meio de distúrbios no solo e incêndio, é feita a germinação das suas sementes. Quando se estabelece, torna a mata densa, impenetrável e desagradável para boa parte dos animais selvagens. Os arbustos são capazes de deslocar outras espécies nativas, aumentando a carga de combustível para incêndios.

Em resumo, essa espécie fixa o nitrogénio, sendo capaz de alterar a fertilidade do solo, a reciclagem dos nutrientes e os padrões de sucessão."






Vejam a beleza deste entardecer hoje a caminho de casa... 🧡💛

terça-feira, 18 de junho de 2024

Santa Maria del Fiore... 🇮🇹 Florença!

 A fachada original desta duomo desenhada por Arnolfo di Cambio, só foi começada em meados do século XV, realizada de facto por vários artistas em uma obra coletiva, mas de toda a forma só foi terminada até o terço inferior. 

Esta parte foi desmantelada por ordem de Francesco I de Medici entre 1587 e 1588, pois era considerada totalmente fora de moda naquela altura. 

O concurso que foi aberto para a criação de uma nova fachada acabou em um escândalo, e os desenhos subsequentes que foram apresentados não foram aceites. 

A fachada ficou, então, despida até o século XIX, mas a estatuária e ornamentos originais sobrevivem no Museu Opera del Duomo e em museus de Paris e Berlim.












Em 1864, Emilio De Fabris venceu um concurso para uma nova fachada, que é a que vemos hoje, um enorme e magistral trabalho de mosaico em mármores coloridos em estilo neogótico, com uma volumetria dinâmica e harmoniosa. 

Pronta em 1887, foi dedicada à Virgem Maria, e é ricamente adornada com estatuária de elegante e austero desenho. 

Em 1903 terminaram-se as monumentais portas de bronze, com várias cenas em relevo e outras decorações. (Google)


Depois de 3 noites em Veneza... viajámos até Pisa mas fizemos uma paragem em Florença! O comboio foi o meio de transporte que mais usámos durante as férias em Itália! Quando chegámos a Florença chovia e utilizámos o autocarro turístico para ficarmos com uma ideia da cidade! Havia muitas obras e era o caos! Descemos perto da catedral mas não fomos conhecer o interior! O exterior é magnífico e o meu olhar encheu-se de beleza com tal riqueza de pormenores!


Fomos até ao rio...


... algo que se vê por toda a Itália... pose para a fotografia em estilo "modelo meio despido"... 😊



Pormenores aos quais não resisto 💙... prefiro contemplar a arte do "menor"!!!




Com suas casas e lojas suspensas, a Ponte Vecchio é uma das pontes mais famosas do mundo. Como curiosidade, a "Ponte Velha" também é a ponte de pedra mais antiga da Europa.

A Ponte Vecchio é para Florença o que o Coliseu é para Roma, já que sua imagem é a mais conhecida e representativa da cidade. A Ponte Vecchio é o símbolo do romantismo que inunda toda Florença.

As origens da “Ponte Velha” remontam ao ano 1345, o que faz dela a ponte de pedra mais antiga da Europa.

Nos séculos XV e XVI, suas casas suspensas foram ocupadas por açougueiros, mas, quando a corte mudou para o Palácio Pitti, Fernando I mandou fechar os comércios pelo cheiro desagradável. Desde então, as lojas foram ocupadas por joalheiros e ourives.

Outro detalhe curioso da época foi a construção do Corredor Vasariano, um corredor que percorre a parte lesta da ponte desde o Palazzo Vecchio até o Palazzo Pitti.

Durante a Segunda Guerra Mundial, a Ponte Vecchio foi a única das pontes de Florença que não foi destruída pelas tropas! (Google)



Os batentes por toda a Itália 🇮🇹 são bem interessantes e alguns muito artísticos!


Ficou a vontade de regressar a Florença!?

Não 😊: o facto de ter chovido... o excesso de trânsito num caos... os muitos turistas que inundam os espaços sem respeito por quem deseja parar e apreciar... os vendedores irritantes com a insistência da venda... e filas enormes para se poder visitar!

segunda-feira, 17 de junho de 2024

Tábua... 🇵🇹

... é  uma vila portuguesa do distrito de Coimbra!

Quando fomos conhecer os passadiços dos Gaios e a aldeia de Sevilha parámos em Tábua para (a) provar as belas pizzas que se fazem por ali!

Aproveitei para caminhar um pouco e trouxe alguns olhares... em jeito de convite:















À porta da florista...







Vimos este catavento... várias vezes:



Sugestão do Turismo Centro:

"Ao rumar até Tábua, pode passear entre paisagens serranas que apenas são interrompidas pelos muitos cursos de água e rios, como o Seia, Alva e o Mondego. 

Siga o nosso conselho e faça um pequeno desvio para desfrutar de uma paisagem inspiradora (e muito fotogénica) a partir do Penedo Oscilante (ou Penedo Cabana, como também é conhecido), que conta com o Mondego como protagonista e inicie a descoberta de um património singular! 

Pelo caminho, aproveite para mergulhar em plena natureza, num qualquer rio ou ribeira que por aqui poderá encontrar ou na praia fluvial acessível da Ronqueira."