segunda-feira, 24 de abril de 2017

Largo do Cardal ... em Pombal!

Próximo do Jardim do Cardal
um enorme largo ... com decorações
alusivas ao Mercado Medieval
que se iria realizar!


Pombal ... uma cidade com excelente
 localização geográfica!
Atravessada pelo rio Arunca
possui um vasto património histórico e cultural!!!


A cidade engalanou-se e esta adquiriu
um belo colorido!














E ali bem perto ...







É um espaço moderno ... bem aprazível!


Apercebi - me que a igreja estava
aberta e ... aí vamos nós!!!

domingo, 23 de abril de 2017

Jardim do Cardal ... em Pombal!

Situado junto à Igreja do Cardal
podemos observar várias espécies
arbóreas e arbustivas!




O seu coreto ... a pérgula  e a Casa Cor-de-rosa
(obra do arquiteto Ernesto Korrodi)
merecem um olhar bem atento!




Bem como o Chafariz do Jardim
oferecido a Pombal em 1911
(hoje monumento classificado):




O Busto do Marquês de Pombal
a primeira estátua erigida
ao estadista português!

E um esticar de pernas neste belo recanto
é bem agradável!!!





Nesta visita a Pombal
meus olhares cruzam-se com os da mana:



As duas herdamos o gosto em fotografar
por parte do pai!

Eu fui fotografada pelo meu pai
inúmeras vezes em menina e moça:


A minha filha "descobriu" as fotos e surpreendeu-me!!!
http://asarteiricesdagracinha.blogspot.pt/

sábado, 22 de abril de 2017

São Bento da Porta Aberta no Gerês!

Num olhar mais atento
... em São Bento da Porta Aberta no Gerês ...
a fotógrafa não resistiu aos pormenores
 dos azulejos que retratam a vida deste santo
a qual é digna de ser conhecida!



O interior é maravilhoso!


 Pintados por Querubim Lapa
estes azulejos retratam
episódios da vida de S. Bento.

Encontram-se espalhados
pelo santuário e através deles
 podemos conhecer
alguns momentos da sua vida!





 Podemos ver o monge Romão a entregar
 comida a S. Bento … que durante 3 anos
permaneceu isolado numa gruta
...
em oração e meditação.


 Outro azulejo mostra como o santo 
ultrapassa as tentações através do sacrifício
"lançou-se nu no meio de um matagal de espinhos"
 e da oração.


 Um painel narra o episódio da foice
 perdida no lago
e que foi recuperada por S. Bento:
mergulhou o cabo da foice esta foi
 ao seu encontro, podendo assim, o monge
continuar a trabalhar.



 Narra-se o episódio do pão
envenenado e do corvo
e o relacionado com a história
da pedra que era impossível remover do local
onde se encontrava
(os monges atribuíram 
este facto à presença do demónio).




 Também está representado
o encontro entre Tótila e S. Bento.

Tótila, rei do Ostrogodos,
 que tomou e saqueou Roma em 547
tentou enganar o Santo,
ordenando a um seu oficial
que vestisse as suas roupas
e se encontrasse com S. Bento,
 como se fosse o próprio rei.

Mas foi imediatamente reconhecido
e voltou para contar
a Tótila o que tinha sucedido.



 Um deles lembra
 o aparecimento sem se saber como
de duzentas medidas de farinha
em sacas, à porta  do Convento,
quando a região da Campânia
sofria uma grande escassez de alimentos
e os frades passavam privações
na sua alimentação.



 A revelação dos planos
 para a construção do mosteiro de
está igualmente retratada.

Bento envia frades para esta cidade
com a finalidade de construírem um
e assegura-lhes que ele próprio lhes
dará todas as  informações necessárias.
De facto, através de um sonho
 são revelados todos os planos de construção.



 Também se apresenta o último
encontro de S. Bento com a sua irmã, 
Santa Escolástica,
durante o qual se verificou
o milagre da tempestade.

Aos pedidos da irmã,
para que este encontro se prolongasse
S. Bento reagiu negativamente.
porém, uma violenta tempestade,
 que impediu que o Santo regressasse
ao Convento e deixasse a irmã.



 Estando à sua janela,
 viu o mundo inteiro
 como que recolhido
 num único raio de luz
e a alma do bispo de Cápua,
 Germano,
ser conduzida por um anjo,
 em direção ao paraíso.



 O último painel
refere a morte de S. Bento,
 anunciada antecipadamente
 pelo próprio … aos seus discípulos.

A morte não é o fim,
mas o início da ação evangelizadora.

Atualmente ... S. Bento é designado
como o patriarca do Ocidente e o "Pai da Europa".


Os excertos foram retirados da Internet
... e os pormenores dos azulejos ...
foram olhares meus!